O que é Estrabismo?

Estrabismo é distúrbio visual resultante de um desequilíbrio na função dos músculos oculares, fazendo com que os olhos não fiquem paralelos. O estrabismo, pode surgir nos primeiros meses de vida nas crianças e nos adultos por diferentes razões.

A consequência mais grave do estrabismo é que o olho fixador, assume espontaneamente o domínio e trabalha sozinho, enquanto o outro olho, o olho desviado, não será usado, perderá gradualmente a sua função visual e ficará amblíope (com baixa visão).

Existem diversos tipos de estrabismo, no qual podem ser classificados em: convergente, quando o olho afetado está desviado em direção ao nariz, divergente quando é para fora (em direção à orelha) e vertical quando é para cima ou para baixo. Também pode existir uma combinação entre os desvios.

O estrabismo pode ser tratado e corrigido em qualquer idade, mas os resultados são sempre melhores se o tratamento for seguido à risca e precocemente iniciado. A falta de tratamento adequado pode levar a perda total da visão do olho desviado.

Estrabismo: Sintomas

Os sinais do estrabismo variam de acordo com a idade em que a alteração se manifesta. Nos primeiros anos de vida, não há referência ao principal sintoma: a visão dupla ou diplopia. Ele não aparece nas crianças, porque elas desenvolvem um mecanismo de supressão e apagam a imagem formada pelo olho que sofreu o desvio.

Como consequência, por desuso, não se desenvolve a região do cérebro responsável pela visão desse olho, e a imagem vai ficando cada vez mais fraca até desaparecer por completo. Essa perda progressiva da visão é conhecida por ambliopia.

No entanto, a diplopia é uma queixa frequente nos casos de estrabismo, adquiridos (por trauma ou doenças secundárias) em crianças acima dos oito anos e nos adultos. Outros sintomas são dor de cabeça e torcicolo, uma inclinação da cabeça que a pessoa estrábica faz para poder enxergar melhor.

Estrabismo: Diagnóstico

O movimento dos olhos é controlado por seis pares de músculos extraoculares comandados pelos nervos cranianos que, por sua vez, estão conectados ao sistema nervoso central. Esses músculos precisam agir em perfeito equilíbrio e sincronia para que os olhos permaneçam alinhados.

O cérebro controla estes músculos através de impulsos nervosos. Assim, doenças que afetam o cérebro, como paralisia cerebral, Síndrome de Down, hidrocefalia, prematuridade, viroses, traumas e tumores cranianos são acompanhadas frequentemente de estrabismo.

Para um diagnóstico de estrabismo, você deve visitar um oftalmologista que realizará uma série de testes para verificar a saúde dos seus olhos, incluindo: teste de reflexo de luz pela córnea, para verificar se há desvio dos olhos, teste de acuidade visual para determinar o quão bem consegue ler, teste de "cobre/descobre" para medir o desvio e o movimento dos olhos e o exame da retina para examinar o fundo dos seus olhos.

O diagnóstico precoce é importante para prevenir a perda de visão.

Como é o tratamento de estrabismo?

O tratamento do estrabismo começa pela correção das causas que provocaram o distúrbio. Quanto antes for instituído, melhor e mais rápidos serão os resultados.

Pode ser feito através do uso de óculos, exercícios ortópticos para determinados tipos de desvio, oclusão do olho com visão normal para estimular o outro com deficiência.

A cirurgia é recomendada quando o desvio se mantém depois de corrigido o distúrbio que comprometia a visão. O tamanho do desvio é que determina se os músculos de apenas um ou dos dois olhos devem ser operados.

É muito importante fazer acompanhamento com o seu oftalmologista, pois ele é o único profissional capaz de diagnosticar todo e qualquer problema de visão que você possa ter. A partir do diagnóstico completo, quanto mais cedo for tratada a doença, maior a chance de evitar seu avanço!

Sobre Nós

Nossa Clínica possui um atendimento
completo para você.

Conheça

Marcar Consulta

Clique e confira nossos horários disponíveis
e agenda online!

Marcar Consulta

Contato

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato
com a gente!

Fale Conosco
R. Sócrates Fernandes de Oliveira, 245 Chácara Urbana - Jundiaí - SP

Horário de funcionamento:
Segunda a sexta-feira: das 8h às 12h e das 13h às 17h.